De todos os serviços que um salão pode oferecer, o alisamento com escova progressiva sem dúvidas está entre os mais pedidos.
Atualmente, o mercado está repleto de ótimos produtos para realizar esse tipo de procedimento tanto em salões quanto no conforto da sua casa. Claro que para obter bons resultados alguns cuidados devem ser tomados na hora de transformar as madeixas.

O primeiro e mais importante cuidado é na hora de escolher o produto certo para seu tipo de cabelo e, aqui, todo cuidado é pouco. É essencial que se observe:

  • O ativo alisante da escova progressiva;
  • Se possui alguma incompatibilidade com alguma outra química que você já utilize (descoloração, tintura, etc);
  • Se o produto é original e atende às especificações de segurança da Anvisa (se possui formol, qual a quantidade concentrada no produto, etc);
  • Quais os ativos de tratamento que o produto oferece na fórmula;
  • Realizar uma pesquisa em grupos e fóruns para saber as opiniões de outras pessoas que já utilizaram a escova progressiva;
  • Ter um profissional de confiança para realizar o alisamento;
  • Fazer o teste de mechas OBRIGATORIAMENTE;
  • Sempre respeitar as instruções do fabricante;
  • Utilizar produtos pré e pós química de qualidade.

Uma vez que o produto foi escolhido com cuidado e segurança, é hora de partir pro abraço! E aqui temos alguns pontos importantes para um passo a passo perfeito na busca por madeixas lisas, lindas e saudáveis.

O passo a passo da escova progressiva:

Passo 1 – Jogo Limpo

Primeira coisa a se fazer para uma escova progressiva bem feita: lavar os cabelos! E não é lavar de qualquer jeito, não: tem que ser bem lavadinho. Lave no mínimo três vezes, com shampoo antirresíduos ou de pH normal. Na última aplicação do shampoo, deixe a espuma em pausa por pelo 5 minutos. A lavagem dos fios é importante pois é ela que abre as cutículas para permitir a “entrada” e ação do produto. Para quem nunca fez uso de química, o shampoo antirresíduos é o mais indicado. Mas se os cabelos já passaram por alisamento, relaxamento, cauterização ou qualquer outro tipo de escova temporária, a melhor opção é o shampoo de pH neutro. Ele vai evitar a remoção dos procedimentos anteriores. Como o próprio nome sugere, a escova progressiva tem resultados otimizados progressivamente, ou seja, quanto mais se aplica, mais os ativos “fixam” nos fios e mais lisos eles ficam.

Passo 2 – Desembaraçando tudo

Enxaguar os cabelos e desembaraçar. Mas muito cuidado: esse desembarace deve ser feito de maneira delicada para não causar a quebra dos fios. Não é preciso (e nem recomendado) aplicação do condicionador, mas se sentir muita dificuldade para desembaraçar as madeixas passe um pouquinho somente no comprimento e pontas.

Passo 3 – Secando bem

Aqui está uma dica de ouro para uma escova progressiva bem feita: cabelos sequinhos. Sim, deve-se secar os cabelos com secador e, se os cabelos forem muito anelados, pode fazer uma escovação lisa. Mas em linhas gerais, se der para trabalhar normalmente os fios, pode fazer apenas uma secagem rápida.

Passo 4 – Dividindo o Cabelo

Esse passo facilita não apenas na aplicação, mas também garante a distribuição do produto em todo o cabelo, sem pular uma mecha sequer. Divida em quatro seções, uma no topo da cabeça, duas laterais, uma atrás. Lembre-se que a divisão deve ser feita em linhas retas (com o pente) pois isso facilitará a aplicação dos produtos sem embaraçar os fios.

Passo 5 – Hora da Aplicação da escova progressiva

Coloque o produto em um recipiente não metálico. Você vai precisar de mais ou menos 100 ml de produto para um cabelo de comprimento médio e não muito cheio. Mesmo que o seu cabelo seja maior ou menor, vá dosando em pequenas quantidades para não comprometer nem alterar o produto que não foi utilizado. Jamais devolva o produto que sobrar à embalagem, nem retire o produto com as mãos (ou pincéis) de maneira direta. Com um pincel comece a aplicação, vá soltando as mechas e passando a um centímetro de distância da raiz, repita o processo por todo o cabelo.

Passo 6 – Alinhe e pause

Após a aplicação e certificando-se de que todas as mechas estejam envolvidas uniformemente pelo produto, penteie os fios com um pente bem fino, alinhando-os. Deixe o produto agir nos cabelos em posição de descanso pelo tempo indicado na embalagem do produto. Evite manusear os fios durante esse tempo. Não ultrapasse esse período por mais que 5 minutos além do indicado.

Passo 7 – Secando e fixando a escova progressiva nos fios

Hora de remodelar as madeixas! Seque os cabelos delicadamente, com o secador em temperatura bem quente. Mas atenção: alguns fabricantes sugerem um enxágue rápido para retirada de excesso de produto antes desse passo. Hoje em dia para fazer a escova progressiva não precisa mais fazer o brushing liso: basta secar e alinhar direitinho, em mechas bem finas.

Passo 8 – Vem chapinha!

Após secar os cabelos, faça a divisão novamente separe as mechas e comece a pranchar. Quando for fazer a escova progressiva lembre-se: este é um dos passos fundamentais do procedimento. A qualidade da chapinha vai influenciar no resultado, bem como a aplicação dela em mechas bem fininhas. As passagens da chapinha variam de cabelo para cabelo. Se os fios forem claros e finos, o ideal é que seja 10 vezes e à uma temperatura mais branda. Já para cabelos grossos, escuros ou naturais, o ideal é passar umas 15 vezes à uma temperatura mais elevada. É cansativo, mas vale a pena!

Passo 9 – Finalizando a escova progressiva

Depois de fazer a prancha caprichada, espere o cabelo esfriar completamente e enxágue. Depois lave com shampoo e o condicionador específicos (produtos de qualidade e específicos para fios com química). Finalize com um leave-in com proteção térmica e ação defrizante, e mais uma vez seque com escova e secador. Se todos os passos foram seguidos à risca, com cuidado e paciência, agora é a hora da verdade: apenas a secagem já revelará fios lisos, soltos, brilhantes e do jeitinho que você queria! Agora é só arrasar e brilhar por aí.

Agora que você fez sua escova progressiva, vale ainda um último cuidado: não faça rabo de cavalo, tranças nem penteados que “marquem” nos cabelos. Tente deixá-los soltos, bem penteados e sem frizz por pelo menos três dias após o procedimento. Hoje em dia não existe mais a necessidade de deixar os cabelos “sujarem” após a aplicação desse tipo de produto. Ou seja: pode-se lavar os cabelos normalmente nos dias seguintes. Seque sempre, alinhando os fios e com produtos que tratem e mantenham o efeito da escova por muito mais tempo.

Gostou das dicas? Acompanhe o nosso Facebook e o nosso Instagram para ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos cabelos! 😉

Comentários do Facebook