Fazer ou não o big chop? Essa é uma dúvida muito comum entre quem decide passar pela transição capilar. O big chop é um termo utilizado ao corte para cabelos ondulados, cacheados ou crespos que retira a parte do comprimento dos fios que ainda possuem alguma química, deixando apenas a parte natural. 

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o big chop e ficam com medo do arrependimento após o corte. Por isso, é importante tirar todas as dúvidas antes de realizar o corte. Quer saber mais sobre o corte? Então vem conferir o guia que preparamos para você! 

O que muda depois do big chop? O cabelo fica diferente? 

É possível saber exatamente qual o seu tipo de cacho ou onda após o big chop. Isso porque o cabelo ainda com química pesa mais, o que faz com que os seus cachos não fiquem exatamente como são naturalmente. Após o corte os fios ganham mais volume e definição. A partir disso, é possível definir qual o melhor tipo de finalização para as suas madeixas! 

  • Para os fios ondulados, aposte em produtos leves, que estimulam a definição e que não pesam nos fios. 
  • Para os cabelos cacheados, opte por produtos com maior poder de hidratação, já que os fios tendem a ressecar com maior facilidade. 
  • Para as madeixas crespas, o ideal é combinar produtos sem pesar. Como os fios são mais finos e leves, utilize um spray anti frizz na finalização.

O big chop faz o cabelo crescer mais rápido? 

O corte não faz o cabelo crescer mais rápido, mas mantém os fios saudáveis por mais tempo. O big chop retira toda a parte dos fios que ainda contém alguma química, isso significa que a parte danificada do cabelo não vai mais existir. Após a retirada da parte danificada, a tendência é que as madeixas formem menos pontas duplas e quebrem menos. O segredo é manter o cabelo sempre bem hidratado para que a fibra capilar fique cada vez mais saudável. 

É preciso fazer o big chop para finalizar a transição capilar?

O big chop é muito popular por evitar ter que lidar com duas texturas diferentes nas madeixas, mas não é necessário cortar os fios para finalizar a transição capilar. Se você não quer optar pelo corte ou gosta do cabelão, pode ir cortando apenas as pontinhas de três em três meses para ir retirando os fios com química aos poucos. 

Durante esse tempo, você pode apostar em técnicas de texturização para manter os cabelos com a aparência mais uniforme. Outra opção é se jogar em diferentes penteados e ir testando com qual você se adapta melhor! 

Só existe um tipo de big chop?

O big chop em si só retira a parte dos fios que ainda possuem químicas. Portanto, não existe uma regra para o corte. Existem muitos modelos de cortes curtos para os cabelos ondulados, cacheados e crespos que você pode fazer após o big chop

A melhor opção é escolher o corte que melhor se adapta ao seu rosto e gosto pessoal, com a ajuda da opinião de um profissional. 

Você já passou ou está passando pela transição capilar? Conta pra gente a sua experiência com o big chop

Ainda tem alguma dúvida? Comenta aqui em baixo! 

Gostou das dicas? Acompanhe o nosso Facebook e o nosso Instagram para ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos cabelos! 😉

 

Comentários do Facebook