De todos os passos de um tratamento capilar, o condicionador é, sem dúvidas, um dos que requer mais atenção. Afinal, ele é tão importante assim? Há quem tenha fios oleosos e diga que nem usa o produto. Há quem tenha cachos e não dispense condicionador até mesmo para pentear. Mas, como saber a real importância e forma de uso desse produtinho que parece tão básico? É o que vamos aprender hoje!

O QUE É UM CONDICIONADOR?

O Condicionador de cabelos é, basicamente, um produto utilizado após o uso do shampoo para equilibrar o pH dos fios e trazer de volta a selagem das escamas que se abrem com a lavagem. Ele também pode ser usado para tratar e reter a água dos cabelos, devolvendo os nutrientes necessários, repondo proteínas e várias outras substâncias que se perdem dos fios no dia-a-dia. O condicionador forma uma espécie de camada protetora na fibra capilar, ajudando na manutenção da saúde dos cabelos. Ele também dá brilho, diminui o frizz, além de aumentar a flexibilidade, elasticidade e facilitar a hora de pentear e desembaraçar os fios. Com tantas funções assim, podemos afirmar que ele é essencial para os cuidados diários dos nossos cabelos.

CONDICIONADOR E MÁSCARA… É TUDO A MESMA COISA?

Definitivamente, não! Como explicamos, a principal função do condicionador, é deixar os fios em perfeitas condições após uma lavagem ou tratamento. Ele pode ter ou não ter o poder de tratar os fios, mas mesmo que tenha diversos benefícios, não é responsável pelo tratamento profundo. As máscaras, por sua vez, são responsáveis pela reposição profunda de nutrientes e proteínas essenciais, com fórmulas pensadas para agirem por um tempo de pausa e, depois, serem enxaguadas por completo. As máscaras têm um período de tempo entre uma aplicação e outra, para que não causem saturação de ativos na fibra capilar. Já os condicionadores podem (e devem) ser utilizados sempre, em cada lavagem. Dependendo do seu tipo de cabelo e, também, da máscara que você tenha disponível, pode-se fazer a substituição do condicionador por ela. Mas atenção: certifique-se que a máscara não seja tão concentrada e tenha efeito condicionante (aquele efeito molinho na hora do enxágue, sabe?), para não correr o risco de ficar com as cutículas abertas. Algumas máscaras são apenas para tratamento e pedem condicionamento após o seu enxágue, justamente para fechar as escamas.

E COMO UTILIZAR CORRETAMENTE MEU CONDICIONADOR?

A utilização do condicionador é bem básica e simples. Mas para entendê-la, vamos dar um passo a passo bem completinho sobre como seria a lavagem ideal:

  • Molhe bem os fios antes de passar o shampoo. Aplique o produto nas mãos e as leve ao couro cabeludo (sempre no couro cabeludo), massageando-o sem utilizar as unhas;
  • Passe o shampoo uma segunda vez e remova totalmente o produto com água corrente no enxágue;
  • Com uma toalha, remova o excesso de água. Em seguida aplique o condicionador no comprimento fios, sem encostar na raiz;
  • Massageie bem o cabelo e deixe o condicionador descansar pelo tempo indicado na embalagem do produto;
  • Enxágue o cabelo até todo o condicionador ter sido removido. Se o produto ficar nos fios eles poderão ficar opacos, pesados e secos, dependendo da fórmula.

COMO ESCOLHO O CONDICIONADOR IDEAL PARA MIM?

A dica mais importante aqui é: você deve conhecer e identificar as características do seu cabelo além de, claro, as condições exatas em que se encontram. Você tem cabelos naturais? Quimicamente tratados? Alisados ou coloridos? Tem cabelos oleosos? Enfim, deve conhecer de fato seu tipo de fio. Existe um condicionador ideal para cada caso, sabia? Veja só:

Tipos de Cabelos

  • Cabelos finos e lisos: dê preferência a produtos que contenham no rótulo a especificação “para cabelos finos e sem volume”. Esse tipo de produto, além de proporcionar hidratação na medida certa (sem deixar os fios pesados e oleosos), também contém ativos que doam muito mais volume aos cabelos;
  • Cabelos secos ou quimicamente tratados: quem não dispensa o uso de fontes de calor diretas ou indiretas, ou que tenha os fios visivelmente danificados, deve apostar em produtos com uma dose extra de agentes nutritivos e que tenham consistência mais espessa. A dica é procurar, no rótulo do produto, a indicação “para cabelos secos ou danificados”; 
  • Cabelos danificados: quem tinge ou faz escova progressiva devem optar pelos condicionadores com a indicação: “para cabelos danificados, extremamente secos e-ou quimicamente tratados”. A regra também vale para quem tem os fios super crespos ou cacheados com tendência ao ressecamento extremo. O uso diário desse produto ajuda a devolver a saúde aos fios, trazendo o cabelo de volta à vida. Geralmente, em sua fórmula também constam diversos agentes emolientes e nutritivos, como óleos e manteigas, vitaminas e proteínas básica;

  • Cabelos normais: se o seu cabelo tem a aparência saudável, com pH balanceado e sem frizz excessivo, é possível que seja um cabelo normal. Se você não faz nenhum procedimento químico e raramente utiliza alguma fonte de calor (secador, chapinha e babyliss), provavelmente a sua fibra capilar já é naturalmente cheia de brilho. Nesses casos é recomendado dar preferência aos condicionadores “para cabelos normais”, que contém o essencial para manter a saúde das madeixas, sem pesar ou deixar oleoso, mas também sem ressecar as pontas e o comprimento.

O MEU CABELO OLEOSO PRECISA SER CONDICIONADO?

Sim, com certeza! Engana-se quem pensa que o condicionador é necessário apenas para quem tem o cabelo mais ressecado, crespo, cacheado, etc. Todos os cabelos, mesmo os oleosos, precisam receber o produto depois do shampoo, especialmente após o uso de um shampoo antirresíduos. O condicionador, como já dissemos, fecha as escamas do cabelo que foram abertas pelo shampoo. Com isso, ele evita que o fio perca nutrientes, resseque e se desequilibre. Por isso, opte por condicionadores leves, para o seu tipo de cabelo. Geralmente os produtos com ação adstringente e refrescante são os mais indicados. Lembre-se sempre de evitar a raiz na hora da aplicação. Ele irá reparar o comprimento e selar as pontinhas dos fios, o que te dará mais vida e movimento.  O condicionador é o real responsável por manter a maciez e brilho dos cabelos. O produto deixa os fios mais fáceis de pentear, evitando a quebra dos fios pela força de escovas e pentes. Consequentemente, ele também evita a eletricidade estática, que causa o frizz e os fios arrepiados.

DÁ PRA LAVAR OS CABELOS SÓ COM CONDICIONADOR

Sim, se você é antenada nas tendências e técnicas populares para cuidar das madeixas, já deve ter ouvido falar do Low Poo. A técnica, inicialmente indicada para cabelos cacheados, elimina os shampoos que contenham sulfatos da rotina capilar. É nesse momento que os adeptos encontram nos condicionadores o maior aliado, já que a higienização dos fios será feito através do Co-Wash. Co-Wash significa “lavar com condicionador” e sugere exatamente isso: a limpeza do cabelo utilizando apenas este produto. Porém, não se pode utilizar qualquer um: apenas aqueles que não possuem petrolatos, parafinas, óleos minerais ou silicones em sua composição servem para realizar a técnica. Nesse caso, os agentes emolientes promovem a higiene e, diferentemente do xampu, retiram apenas o que está em excesso, sem ressecar o cabelo ao lavar diariamente. Interessante, né?

E você? Usa direitinho o condicionador? Tem alguma dica extra? Já sabe: manda pra gente!

Ah! Não esqueça de nos acompanhar no Facebook e no Instagram para ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos cabelos! 😉

Comentários do Facebook