Hey, você! Sim, você mesma. Como é o seu cabelo? Tingido? Crespo? Cacheado? Loiro? Alisado? Totalmente natural? Não importa o seu tipo de cabelo: tem que tratar! Você ainda não tem sua rotina de hidratação capilar? Tem dúvidas sobre como e quando hidratar as madeixas? Então o papo de hoje será com você! Vem com a gente.

A IMPORTÂNCIA DE HIDRATAR

Você sabia que todos os dias os nossos cabelos sofrem algum tipo de dano? Pois é: mesmo se não forem submetidos a nenhum procedimento químico, os cabelos sofrem desgastes naturais que precisam ser reparados, como por exemplo a ação do sol, mar, vento, poluição, etc. Por isso, é importante criar uma rotina de hidratação capilar!

A hidratação serve para repor a água que os nossos fios perdem através da poluição, radiação solar, química e até mesmo pelo calor provocado pela chapinha, babyliss, secador e modelador de cachos. Vamos entender melhor como esse processo funciona?

COM QUAL FREQUÊNCIA DEVO HIDRATAR AS MADEIXAS?

A hidratação capilar deve ser feita pelo menos de 2 a 3 vezes por semana. Isso porque nossos cabelos perdem água com muita facilidade, diariamente, seja pela ação climática ou até mesmo por problemas em nossa alimentação.

De qualquer forma, para fazer uma boa hidratação, basta dispor de alguns minutos, no banho mesmo, e utilizar máscaras que tenham como ativos os extratos de frutas, extratos vegetais e vitaminas.

Geralmente, os cabelos que precisam de hidratação estão com aspecto ressecado, frisado e com toque áspero.

A ingestão de água diariamente também é uma grande aliada para manter cabelo e pele hidratados, de dentro para fora… Mas isso é assunto para depois. Vamos focar nos produtinhos por enquanto;

ESCOLHA SEU PRODUTO E SIGA O PASSO A PASSO

Já dissemos acima quais os componentes que predominam em cada etapa dos tratamentos capilares. Porém, não podemos esquecer de uma dica valiosa: sempre que adquirir um produto para seus cabelos, atente-se ao passo a passo que a marca sugere.

Seguir direitinho as coordenadas do fabricante garante que o produto trará os melhores resultados possíveis para suas madeixas!

Evite ultrapassar tempo de pausa, extrapolar na frequência de uso ou sair muito do indicado: isso pode trazer efeitos indesejados, além de minimizar o efeito dos seus produtinhos preferidos.

COMO ESCOLHER UM BOM CREME?

Alguns cuidados e observações podem ser levados em consideração na hora de adquirir suas máscaras:

Tipo de cabelo

Cabelos cacheados e crespos são naturalmente mais ressecados. Por isso, o ideal é investir em máscaras ricas em óleos, que prometem maior hidratação. Se você gosta dos caracóis mais definidos, a dica é buscar por máscaras que ajudem a controlar o frizz. 

Se as suas madeixas são lisas, o segredo é fazer exatamente o oposto: invista em máscaras de hidratação que não contenham muitos óleos para evitar a sensação de “fios pesados”. Para os cabelos ondulados, o ideal é investir em produtos que garantam nutrição e hidratação, mas que tenham uma concentração mais leve.

Consistência do creme

Dizem que quanto mais densa a consistência de uma máscara, melhor ela é. Isso é muito relativo, mas uma coisa é certa: quanto mais fino e/ou oleoso o seu cabelo, mais facilidade ele terá de “pesar” com o uso de máscaras mais densas. Então, escolha a textura de seu creme de acordo com seu tipo de cabelo!

Marcas Caras X Marcas Baratas

Atente-se à história e popularidade das marcas que você encontra. O que diferencia um produto mais caro de um mais barato, em linhas gerais, é o tipo de matéria prima utilizada nele. Bases de qualidade nobre costumam ser mais caras, bem como uma maior concentração de ativos também costumam encarecer um produto. Se são melhores ou piores? Só testando! Seu cabelo mostrará o melhor caminho e o que ele mais “gosta” cada vez que você testar um produto e ele responder ficando simplesmente DIVINO!

RECEITINHA DE HIDRATAÇÃO CASEIRA: FUNCIONA?

Você sabia que, em muitos casos urgentes, você pode turbinar o produto que você tiver ao alcance com ingredientes que você encontra na sua cozinha mesmo?

Pois é: muitos produtos naturais podem dar uma força extra aos seus tratamentos capilares. Azeite de Oliva, Óleo de Coco e frutas estão entre os mais utilizados por quem curte usar e abusar de elementos naturais e mais leves na hora de cuidar dos fios.

Porém, eles não podem ser as únicas bases de tratamento, principalmente se você tem cabelos frágeis e quimicamente tratados.

O ideal é alternar o uso desses produtos e/ou apenas adicioná-los em pouca quantidade às suas máscaras favoritas, apenas para um complemento do tratamento.

RISCOS E CUIDADOS

Geralmente, máscaras de tratamento têm apenas componentes de reposição em suas fórmulas. Isso significa que não são capazes de alterar a estrutura dos fios, logo, não oferecem tantos riscos.

Como já dissemos, o importante é atentar-se ao modo correto de uso:

  • Respeitar o tempo de pausa;
  • Evitar aplicar máscaras na raiz dos cabelos;
  • Verificar a validade do produto;
  • Não expôr seu produto ao calor excessivo, luz ou umidade;
  • Não misturar produtos para diferentes finalidades;
  • Não pesar a mão na hora de acrescentar ingredientes naturais;
  • Não colocar a mão no pote para retirar o produto (utilize sempre uma espátula e um recipiente para manipular a quantidade de produto a ser utilizado na aplicação);
  • Procurar um profissional de sua confiança para tratamentos mais profundos sempre que for possível.

Se ainda assim alguma máscara de tratamento oferecer um resultado inesperado ou insatisfatório, verifique se você não possui alguma hipersensibilidade ou alergia a algum de seus componentes.

Com os cuidados certos, atenção e uma rotina organizada de hidratação capilar, ter cabelos incríveis e bem tratados está cada dia mais fácil e acessível a todas. Fique bela e cuide-se hoje mesmo!

Gostou das dicas? Acompanhe o nosso Facebook e o nosso Instagram para ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos cabelos! 😉

Comentários do Facebook