Hello, loiras! O papo de hoje é com vocês. Quem escolhe entrar no mundo dos cabelos claros logo descobre a necessidade de cuidar diariamente dos fios. Para evitar mudanças na cor e no tom, além de danos, oxidação e amarelamento, o matizador é a solução. O tratamento que antes era feito só nos salões, hoje, pode ser feito em casa. E o melhor: tem produtos para todos os gostos e bolsos. Mas junto com a quantidade de opções, vêm as dúvidas: qual matizador escolher? Como funcionam? Como será o efeito? Mas fica calma, o post de hoje é justamente para te ajudar. Vamos lá?

Qual é o melhor matizador para mim?

Pra começar, temos que deixar uma coisa bem clara: não existe melhor ou pior matizador. Todos têm funções e resultados específicos. A escolha do melhor produto para o seu cabelo é uma questão de gosto. Alguns produtos irão alterar o tom da cor, revelando um fundo mais “frio”. Outros apenas neutralizam os tons indesejados e deixam-os mais “quentes”, porém, todos trarão algum resultado para seus fios. Portanto, antes de escolher um matizador pra chamar de seu, vale perguntar qual resultado você espera. Depois é só pesquisar direitinho sobre os produtos e as propostas de cada um.

Ele vai clarear o meu cabelo?

Essa é uma dúvida comum (e também uma reclamação recorrente de quem não sabe qual a função do produto) e a resposta é simples: matizador NÃO clareia o cabelo. O responsável pelo clareamento dos fios SEMPRE será o descolorante (misturado à água oxigenada). O que o matizador faz é alterar, corrigir e alcançar os vários tons possíveis do seu cabelo loiro. Ele também previne a oxidação e o efeito alaranjado, podendo trazer de volta a cor favorita. Mas sempre com base no tom já atingido no processo de clareamento, ok?

Como escolher um matizador?

Para escolher um bom matizador, antes de mais nada, é preciso levar em consideração a cor do seu cabelo, o tom que ele alcançou no processo de descoloração e o tom que você quer alcançar. Para isso, basta observar com atenção às escalas de numeração de cada tom de loiro.

  • Se seu tom estiver abaixo de 9 (loiro médio) e muito alaranjado, o matizador não terá muito efeito. Se você quer alcançar tons mais claros, é preciso descolorir os fios.
  • Se o cabelo estiver loiro claro (acima de 9) e os fios estão ficando amarelo claro, escolha matizadores roxos que conseguem neutralizar esse efeito. Na maioria das vezes eles deixam uma tonalidade acinzentada, com tons frios. Essa cor é neutralizada de maneira fácil, então escolha uma marca que você já conhece, gosta e confia.
  • Já no caso de um loiro bem claro, mas que esteja puxando para o dourado, o ideal é usar um matizador de pigmento azul anil.
  • Alguns matizadores contam ainda com um tom de roxo-azulado, resultado da mistura de tons, que tornam o produto mais completo. Eles matizam tanto os tons amarelados quanto os tons dourados. Além disso, geralmente esses produtos são mais fáceis de manipular e alcançar o loiro desejado.

Quando o cabelo está bem claro, quase branco, as duas tonalidades de roxo ou azul funcionam bem, pois esse cabelo matiza muito facilmente. Nesse caso, você pode brincar com o tom que quiser dar ao seu loiro:

  • Efeito Perolado: matizadores azuis;
  • Efeito Cinza: matizadores roxos;
  • Uma mistura dos dois (nem muito cinza e nem muito perolado): matizadores roxos azulados.

Qual o tempo de ação de um matizador?

Temos aqui outra dúvida recorrente e, para esses casos, existe uma regrinha fácil e simples para que você possa utilizar o seu produto sem riscos: quanto mais claras as suas madeixas, menos de ação é necessário, já que o seu cabelo absorve a cor mais rápido.

Mas se você ainda tem dúvida do tempo ideal, o melhor é sempre fazer o teste de mecha: aplique o matizador de todas as maneiras possíveis em uma pequena parte do cabelo para ver os resultados. Teste puro, diluído em creme branco, por mais ou menos tempo. Apenas o teste dirá como o produto se comporta em seu cabelo e se o resultado atende às expectativas.

Chumbou. E agora?

Se por acaso acontecer de você “chumbar” os fios (aquele resultado de fios roxos ou cinzas obtido pelo excesso de produto e/ou de pausa), não se desespere. A pigmentação dos matizadores não penetra tão profundamente na fibra capilar. Basta ir lavando, até que o tom indesejado saia por completo. Atenção especial para as receitas caseiras: algumas podem até ajudar, mas outras podem deixar os fios loiros ainda mais frágeis, ok?

 

Existem vários tipos de matizadores, com diversos tons diferentes. Eles podem ser encontrados na forma de máscara, creme e/ou tonalizante. Se você ainda tem dúvidas sobre qual matizador é o mais indicado para o seu tipo de cabelo, lembre-se de consultar um cabeleireiro de confiança! Ele vai saber qual tom você deve usar para atingir a cor desejada.

Gostou das dicas? Acompanhe o nosso Facebook e o nosso Instagram para ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos cabelos! 😉

Comentários do Facebook