Quando falamos em tipos de hidratação para os cabelos, logo pensamos que somente os cabelos que passaram por processos químicos agressivos ou cabelos muito secos são os que realmente necessitam de hidratação, certo? Errado amiga! E hoje vamos explicar o porquê e quebrar esse padrão de pensamento!

Cada cabelo tem uma necessidade de tratamento específica. E hoje em dia, existe até a possibilidade de fazer uma análise capilar. Ela envolve exames de imagem do cabelo, com o uso de lentes de aumento, câmeras e um aparelho chamado dermatoscópio digital. Esse aparelho permite ver a estrutura dos cabelos, desde alterações externas dos fios até doenças no couro cabeludo.

Por isso, é importante você conhecer qual é o tipo do seu fio de cabelo antes de sair fazendo qualquer tratamento capilar. Dessa forma, você vai poder escolher as opções mais exatas para o seu cabelo e os resultados serão ainda melhores. A ajuda de um profissional é sempre recomendada e bem vinda, mas com algumas dicas e explicações básicas, é fácil ficar ainda mais antenada no assunto!

Tipos de hidratação para os cabelos

Ressecados ou quimicamente tratados

Esses dois tipos de cabelos são os que mais mais pedem por hidratação, sabia? O fato se dá, porque a estrutura de alguns tipos de cabelo impedem que a oleosidade concentrada na raiz, chegue até as pontas, tornando os fios ressecados. Já os cabelos que passaram por algum tratamento com química, acabam sofrendo danos capilares maiores, pois alterarem a estrutura dos fios, fazendo com que fiquem ainda mais frágeis.

Por isso a hidratação é o passo básico a se fazer nesses casos. Ou melhor dizendo, é o primeiro passo. Há tratamentos mais aprofundados e também necessários, mas tudo começa com uma boa e velha hidratação.

Mas qual máscara de hidratação usar nesses casos? Aposte sem medo em uma máscara de hidratação que contenha Óleo de Coco, Manteiga de Karité, Macadâmia e até mesmo o famoso Óleo de Argan. Esses componentes são fortes aliados na hidratação de cabelos muitos ressecados. Se seu cabelo passar por tratamentos químicos, a pedida é uma máscara de hidratação que tenha Colágeno, Arginina e Queratina. Esses três componentes ajudam a repor os nutrientes necessários da fibra capilar.

Cabelos tingidos ou descoloridos

Você adora mudar a cor do seu cabelo ou faz manutenção da coloração assim que a raiz começa a aparecer? Então você também precisa de hidratação!

Os cabelos tingidos precisam de muita atenção sua, afinal, a tintura também é um processo químico, mesmo que não seja tão agressivo quanto os demais. Justamente por isso, você deve fazer uma hidratação pelo menos a cada 15 dias para repor os nutrientes do cabelo e também para ajudar na duração e fixação da cor dos seus cabelos.

Se você é do time das que descolorem os cabelos, o cuidado é redobrado. Isso mesmo, redobrado! Afinal, quando fazemos a descoloração dos fios, eles ficam muito frágeis e precisam de recuperação para a sua estrutura. Por isso, você deve apostar em uma máscara de hidratação que tenha em sua composição a vitamina E, que é um antioxidante que age de forma poderosa nos cabelos tingidos ou descoloridos. Além da vitamina E, é indicado que você também procure por máscaras com queratina e pantenol. A queratina tem o poder de regenerar a estrutura dos fios, ela reconstrói e cauteriza os cabelos. Já o pantenol contribui para o espessamento dos fios e para o tratamento das pontas duplas, além de manter a umidade dos cabelos.

Cabelos oleosos

Os cabelos oleosos também precisam de hidratação? É claro que sim! 🙂

É comum confundirmos oleosidade com fios hidratados. A oleosidade dos cabelos fica totalmente concentrada na raiz, por isso, o resto do cabelo permanece ressecado. O tempo indicado para fazer hidratação nos cabelos oleoso é a cada 20 dias, um pouco diferente dos demais tipos cabelos. Além disso, é importante usar uma máscara de hidratação que não seja tão densa, para evitar que mais oleosidade seja produzida no couro cabeludo.

Para cuidar do seu cabelo e fazer aquela hidratação que ele tanto merece, aposte em uma máscara de Babosa ou glicerina. Há no mercado, dois tipos de glicerina em produtos para a pele e cabelos. Existe a glicerina vegetal, que é extraída de óleos como o de palma (que contém mais vitamina A do que qualquer outro óleo), o óleo de babaçu e o de buriti (um ótimo antioxidante e protetor solar para os cabelos). Já a glicerina de origem animal, é retirada por exemplo, de sebo ou banha de porco. A glicerina possui propriedade umectante para os fios, mantendo a água no interior deles.

Já planta Babosa, também conhecida como Aloe Vera, é riquíssima em nutrientes. A planta contém altas concentrações de vitaminas A, C e E, minerais, enxofre, cálcio, magnésio, zinco, selênio e cromo. Outro fato bacana, é que ela é rica em polissacarídeos, que são substâncias capazes de estimular a produção de colágeno. Por isso, a Babosa é uma excelente aliada para hidratar, promover elasticidade e flexibilidade tanto da pele, como para os cabelos.

Cabelos armados e com frizz

Antes de tudo: você sabe o que são os frizz nos cabelos?

Entender isso é mega importante para saber como tratar e combater esse estado do cabelo que desagrada tantas pessoas. Os frizz nada mais são do os cabelos que quebraram-se ou que ainda estão crescendo. São fios curtos que ficam arrepiados e desgrenhados, por causa das condições climáticas que nossos cabelos enfrentam diariamente.

Mas como combater o frizz?

Uma das formas de contornar isso é fortalecendo os cabelos. Assim, você evita que eles se quebrem. E adivinha? A hidratação é importantíssima no processo de fortalecimento dos cabelos. A máscara de hidratação indicada para isso, deve conter entre os seus componentes o abacate, que tem um óleo próprio que ajuda a domar os cabelos e protege os fios das quebras. Ele é rico em várias vitaminas (como A, B1, B12 e C, além de magnésio, cálcio, ferro e ácido oleico).

Hidratação não faz milagre

Ficou muito claro o poder que a hidratação tem, não ficou? Mas vale ressaltar que a hidratação por si só não faz milagre, e todo cabelo precisa de um cuidado constante. E uma boa máscara de hidratação precisa de grandes aliados, como shampoo e condicionador específico para o seu tipo de cabelo, assim a ação conjunta desses produtos terá sucesso e você notará a diferença.

A máscara de hidratação não substitui o condicionador, porém unindo esses produtos e seguindo um cronograma capilar básico, em pouco tempo seus cabelos vão reagir positivamente. Essas mudanças   vão fazer você perceber que vale muito a pena cuidar bem dele!

Agora você já conhece mais sobre os tipos de hidratação para cabelos. Gostou do nosso texto? Se gostou, compartilha na sua timeline! 😉

 

Comentários do Facebook